Camisetas fabricadas com leite vencido para combater o desperdício de alimentos

A Mi Terro, startup com sede em Los Angeles, desenvolveu uma solução inovadora para combater o desperdício de alimentos. A empresa criou um método para transformar o leite que já passou do prazo de validade em camisetas eco-friendly.


Foto: Mi Terro

O projeto teve início em 2018, quando o atual CEO da Mi Terro, Robert Luo, passou um tempo na fazenda leiteira de seu tio e pôde observar de perto a grande quantidade de leite que era descartada todos os dias. Inspirado na busca por soluções sustentáveis, fundou uma empresa de biotecnologia que transforma a bebida já imprópria para o consumo em camisetas.


A Mi Terro é composta por um grupo de cientistas de materiais e químicos Ph.D., especialistas em ativação de proteínas. A magia começou com a extração de caseína de bactérias cultivadas em leite estragado. Em seguida, um processo chamado Sea-Re (purificação de automontagem) purifica-o em uma proteína "boa". As proteínas são separadas e eventualmente solidificadas em fibras, que são esticadas e tecidas em fios prontos para serem usados ​​na confecção de roupas.


Lançada em junho de 2019, a startup alcançou um faturamento de mais de US$ 100.000, comercializando produtos em 40 países. Agora, a marca negocia uma parceria estratégica com a principal empresa de laticínios da China.


Foto: Mi Terro

A projeto utiliza a economia circular para enfrentar o sério problema do desperdício de alimentos. Mais de 130 milhões de toneladas são desperdiçadas todos os anos, gerando cerca de 3,3 bilhões de toneladas de gases de efeito estufa.


Encontrar soluções criativas e ecológicas para práticas insustentáveis cria recursos valiosos e estimula o surgimento de novas iniciativas amigas do meio ambiente. A inovação abriu caminho a um movimento global de sustentabilidade e consumo consciente para o planeta e para todos nós.

Fonte: Pampack Embalagens, com informações Mi Terro e Pensamento Verde

8 visualizações0 comentário