top of page

Irmãs criam marca de roupas sustentáveis com tecidos ecológicos


Imagem: Canva

Nascidas em Vitória, Espírito Santo, as irmãs Isabela e Laís Vimercati cresceram em meio às paisagens das praias capixabas. Inspiradas por esse ambiente desde a infância, decidiram fundar uma marca de roupas sustentáveis, alcançando um faturamento de R$ 2 milhões em 2023.


A concepção do negócio teve início em 2015, quando Laís, então estudante de direito, utilizou os R$ 10 mil que seriam destinados à sua formatura para investir na abertura da empresa, inicialmente focada na venda de biquínis. “Comecei comprando os insumos necessários, buscando costureiras e desenvolvendo ideias, junto com elas, de peças que tivessem brasilidade, dentro da moda praia”, diz.


Em 2017, Isabela tornou-se sócia da irmã na empresa. Foi ela quem introduziu uma abordagem mais sustentável às peças, incorporando embalagens e tecidos ecológicos, que se decompõem na natureza de maneira mais rápida. “Durante a produção do tecido ele tem menor emissão de CO² e é feito com água de reuso”, explica.


Atualmente, as irmãs comercializam suas criações em lojas físicas, expandindo o portfólio para incluir camisas, saias, shorts e calças. O estoque é renovado a cada três meses, com lançamento de novas coleções. O próximo passo das empreendedoras é a expansão internacional. “Já estamos começando o trabalho de exportação”, comenta Isabela.

Sustentabilidade


A Pampack, assim como as roupas eco-friendly das irmãs, está comprometida em apoiar práticas que visam preservar o nosso planeta. Enquanto cada empreendimento atua em setores distintos, ambos compartilham o mesmo compromisso com a sustentabilidade, contribuindo para um futuro mais ecológico e consciente para todos.



Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

1 visualização0 comentário
bottom of page