top of page

Qual o significado dos números nas embalagens plásticas?



Imagem: Canva

Num futuro próspero, fundamentado na economia circular, na reciclagem e na sustentabilidade, a consciência sobre os resíduos que geramos e descartamos é um dos pilares essenciais. O plástico, por exemplo, pode receber uma atenção especial para garantir maiores níveis de sustentabilidade. No entanto, é crucial saber identificar os diversos tipos de plástico.


A identificação correta dos tipos de plástico e sua adequada disposição para reciclagem são fundamentais para o manejo responsável de resíduos. Cada embalagem plástica exibe um número específico que indica sua classificação, facilitando a destinação adequada dos resíduos pós-consumo.


A coordenadora de operações e projetos da eureciclo, Daiana Silles, destaca a importância de compreender a rotulagem numérica nas embalagens plásticas, fornecendo informações cruciais sobre reciclabilidade. Esse sistema numérico, variando de 1 a 7, é uma ferramenta valiosa para aumentar a conscientização e impulsionar os índices de reciclagem.


Para identificar os tipos de plástico, os símbolos presentes nos produtos oferecem informações sobre o material utilizado na embalagem e sua reciclabilidade. Cada número de 1 a 7 representa um polímero específico, evitando confusões e facilitando o trabalho dos catadores e empresas de reciclagem.


A análise precisa desses materiais nas centrais de triagem é crucial, dada a complexidade e o custo associado ao processo de reciclagem de alguns tipos de plástico. Evitar a contaminação dos materiais e realizar sua separação é fundamental para garantir a reciclagem correta.


Os números presentes nas embalagens plásticas, de 1 a 7, foram introduzidos para diferenciar os diversos polímeros usados na composição das embalagens. Cada número corresponde a um tipo específico de plástico, como o PET, PEAD, PVC, PEBD, PP, PC e outros.


1 - PET

O PET, presente em garrafas de refrigerante, água e outros produtos, possui alta taxa de reciclagem (60%). É importante não expor o material à luz solar para evitar proliferação de bactérias e liberação de substâncias tóxicas.


2 - PEAD

Encontrado em sacolas, frascos de shampoo e outros produtos, o PEAD também possui alta taxa de reciclagem. Para facilitar o processo, é recomendado juntar as sacolas antes do descarte.


3 - PVC

Utilizado em tubulações, potes de maionese e outros produtos, o PVC possui baixa taxa de reciclagem devido ao alto custo do processo. É importante descartá-lo em locais específicos para coleta seletiva.


4 - PEBD/PF-LD

Presente em sacolas plásticas, embalagens de alimentos e outros produtos, o PEBD/PF-LD possui um processo de reciclagem mais barato que outros tipos de plástico.


5 - PP

Encontrado em embalagens de sorvete, copos descartáveis e outros produtos, o PP possui alta taxa de reciclagem.


6 - PS

Utilizado em talheres descartáveis, bandejas de alimentos e outros produtos, o PS possui baixa taxa de reciclagem devido à logística complexa.


7 - Outros

Embalagens de salgadinhos, CDs e DVDs se enquadram nesta categoria. A reciclagem é feita através da recuperação energética, transformando o material em cimento.


O futuro sustentável requer uma abordagem global. A reciclagem das embalagens é um passo importante, e a Pampack segue esse compromisso através de produtos pensados para garantir o futuro do planeta. Nossas embalagens não somente não reutilizáveis, como são recicláveis e, inclusive, com opções biodegradáveis.


Fonte: Ciclo Vivo

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page