Figurino e cenários de ópera produzidos com 500 quilos de materiais reaproveitados

A circularidade e o consumo consciente dos recursos podem estar presentes em todas as áreas, inclusive na arte. Criados pelo figurinista e cenógrafo Márcio Paloschi, o cenário e os figurinos da ópera “As Bodas de Fígaro”, de Wolfgang Amadeus Mozart, apresentada no Festival de Música de Santa Catarina (FEMUSC) em janeiro, foram produzidos a partir do reaproveitamento de materiais.


Foto: FEMUSC/Divulgação

Os mais de 500 quilos de materiais foram doados por sete empresas da cidade de Jaraguá do Sul, incluindo sobras da fabricação de chapéus e roupas, além de um tecido sintético de alta tecnologia oferecido por uma empresa fabricante de paraglider (equipamento de voo livre), que foi usado para compor o cenário.


Garrafas pet de cinco litros e feltro reutilizado foram aplicados na produção dos chapéus. Já os cachos de cabelo exibidos pelos artistas foram feitos a partir de sobras de PVC, usadas em expositores de produtos em gôndolas de supermercado.


O upcycling foi empregado por Paloschi para criar as vestimentas. Novas peças foram desenvolvidas com peças antigas do acervo ou que foram doadas, sem desintegrá-las. Longas saias confeccionadas para espetáculos anteriores foram transformadas em capas sobrepostas aos vestidos.


Márcio Paloschi, idealizador do projeto, explicou que faz pesquisas de esgotamento dos materiais, estudando o produto e imaginando todas as possibilidades de uso. Então, descaracteriza o que já foi aproveitado e dá outros sentidos ao material, inserido em um ecossistema criativo e sustentável.


Com mais de 25 de experiência, o figurinista ressalta a importância dessa cadeia de ressignificação e de reaproveitamento para a preservação do meio ambiente, conceito que aplica em seu trabalho desde o início da carreira.


Após o espetáculo, os materiais utilizados na ópera foram encaminhados a uma escola de samba do Rio Janeiro e a uma ONG de Jaraguá do Sul que produz enxovais infantis.


Fonte: Pampack Embalagens, com informações Ciclo Vivo e Conexão Planeta

5 visualizações0 comentário