top of page

O que é reciclagem têxtil?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo governo de Nova Iorque, Estados Unidos, cerca de 95% de todas as roupas, calçados e outros produtos têxteis podem ser reciclados, ou seja, transformados em matéria-prima para outros processos de produção. Infelizmente, muitas roupas usadas não seguem esse caminho, resultando em montanhas de peças acumuladas, como, por exemplo, no deserto do Atacama, no Chile, que já são visíveis do espaço.


A indústria têxtil é uma das principais fontes de poluição do planeta. Além de consumir grandes quantidades de água e recursos naturais em sua produção, utiliza produtos prejudiciais como corantes e tecidos agressores do ambiente. Na fase de descarte, globalmente, são geradas anualmente 92 milhões de toneladas de resíduos têxteis, o que equivale, em termos visuais, a um caminhão de lixo carregado de tecidos sendo descartado a cada segundo.


Nos Estados Unidos, cada pessoa descarta cerca de 70 quilos de têxteis por ano, totalizando 17 milhões de toneladas de lixo anual, mas apenas 2,5 toneladas são recicladas. A reciclagem é uma possibilidade para produtos têxteis que precisa ser ampliada.



Imagem: Canva

Resíduos têxteis


Resíduos têxteis não são apenas um problema ambiental, mas também social. Com a proliferação da moda rápida (fast fashion) nas últimas décadas, as roupas saem de moda rapidamente, são fabricadas de forma barata e frequentemente por trabalhadores explorados. Sua baixa qualidade significa que têm vida útil curta e são descartadas rapidamente. Estudos mostram que compramos cerca de 60% mais roupas do que há 15 anos, mas as mantemos por metade do tempo. Mesmo quando são devolvidas às lojas, muitas vezes acabam em aterros sanitários, pois é mais barato do que reintroduzi-las no mercado.


A indústria da fast fashion é responsável por cerca de 10% das emissões globais de carbono, superando as emissões de todos os voos e transportes internacionais combinados. Além disso, os tecidos tingidos são responsáveis por 20% da poluição da água. Portanto, a reciclagem de têxteis pode ajudar a prolongar a vida útil dos materiais têxteis e limitar a produção de novos tecidos.


Antes de reciclar, repensar, recusar e reusar


Antes de considerar a reciclagem, existem opções mais sustentáveis, conhecidas como os "Rs da Sustentabilidade". A primeira alternativa é repensar e recusar novas compras de roupas sempre que possível, avaliando a real necessidade do item. Priorizar a qualidade e durabilidade das peças, escolher marcas comprometidas com a produção sustentável e doar ou vender roupas usadas em brechós são outras medidas importantes antes de considerar a reciclagem.


Como funciona a reciclagem de resíduos têxteis?


Ao levar itens têxteis a uma unidade de reciclagem, eles são avaliados quanto à sua utilidade. De acordo com a Associação de Materiais Secundários e Têxteis Reciclados (SMART) dos Estados Unidos, os tecidos reciclados frequentemente são transformados em trapos de limpeza usados em vários setores, como construção e manufatura.


Diferentes processos mecânicos são empregados para reciclar tecidos naturais e sintéticos. A principal distinção é feita entre tecidos naturais e sintéticos. Os resíduos têxteis são classificados por tipo (roupas, toalhas, etc.), tipo de tecido e cor. Após a separação, os tecidos são desmontados de duas maneiras: mecanicamente ou quimicamente. O processamento mecânico é o método principal de reciclagem devido ao seu custo mais baixo. Durante esse processo, os tecidos são triturados e suas fibras individuais são separadas. As fibras são transformadas em fios que podem ser usados para criar novos itens têxteis.


Quando um pedaço de tecido não pode ser fiado novamente, é frequentemente utilizado como enchimento para almofadas, sofás, colchões ou outros produtos. Esse processo não envolve produtos químicos, mas a qualidade do fio pode ser afetada, tornando-o menos adequado para roupas de alta qualidade.


Tecidos sintéticos


Tecidos sintéticos, como o poliéster, frequentemente incorporam garrafas PET recicladas em sua fabricação. Essas garrafas são trituradas, limpas e derretidas para formar novas fibras de poliéster.


Desafios da reciclagem têxtil


A reciclagem têxtil enfrenta desafios devido à variação dos materiais utilizados na fabricação de roupas. Corantes, acabamentos e produtos químicos adicionais requerem processos adicionais e especializados, e itens como botões, zíperes e lantejoulas precisam ser removidos. Além disso, algumas peças de vestuário contêm vários tipos de tecidos que exigem processamento diferenciado.


A qualidade do tecido muitas vezes é prejudicada durante o processo de reciclagem, e é comum incorporar material virgem em produtos reciclados para manter a qualidade das peças de roupa. No entanto, isso não é um problema quando os materiais reciclados são usados em enchimentos e componentes isolantes.


Portanto, a reciclagem têxtil desempenha um papel importante na redução do desperdício e na promoção da sustentabilidade na indústria da moda, mas enfrenta desafios devido à complexidade dos materiais têxteis e à necessidade de garantir a qualidade dos produtos reciclados.


Fonte: Ciclo Vivo

1 visualização0 comentário
bottom of page